Versão para impressãoEnviar por E-mail

Nova colocação dos professores: Ministério diz que não havia alternativa, sindicatos contestam

O Ministério da Educação argumenta que não havia outra maneira de corrigir as posições atribuídas aos professores. Em comunicado, o governo esclarece que a publicação das novas listas de professores na bolsa de contratação implica a revogação da lista inicial. Os sindicatos não concordam.