Versão para impressãoEnviar por E-mail

700 alunos do ensino especial podem ficar sem aulas a partir de segunda-feira

Os colégios privados de ensino especial admitem não abrir portas em janeiro para o início do segundo período letivo devido a uma «situação financeira aflitiva» provocada por dívidas do Ministério da Educação, que garante já ter regularizado os pagamentos.