Versão para impressãoEnviar por E-mail

A Educação à luz do digital: o olhar da investigação

O projeto TEA: Tablets no Ensino e na Aprendizagem (uma iniciativa sob os auspícios da Fundação Calouste Gulbenkian), em parceria com a Fundação Portuguesa das Comunicações, convidam-no/a a participar num painel intitulado “A Educação à luz do digital: o olhar da investigação”.
<br
/>
O objetivo último do conjunto de sessões, escalonadas ao longo do presente ano letivo, que tem o título genérico "A Educação à luz do digital", é estimular a discussão em torno de algo que, a termo mais ou menos curto, acontecerá nas escolas, isto é, a adoção, mais ou menos tutelada, mais ou menos alargada, de tecnologias digitais e, mais particularmente, de tecnologias móveis. É, do mesmo passo, seu propósito contribuir para ajudar a refletir sobre os desafios que a introdução das tecnologias digitais/móveis na educação, e a sua utilização por parte de professores e alunos, coloca a quem, de uma forma ou de outra, tem por incumbência decidir, a diferentes níveis de abrangência, sobre a res educativa em Portugal.

Este primeiro painel tem como convidados cinco professores universitários, investigadores e especialistas na área da utilização educativa das tecnologias digitais/móveis:

- Ana Amélia Carvalho, Universidade de Coimbra
- João Correia de Freitas, Universidade Nova de Lisboa
- João Filipe Matos, Universidade de Lisboa
- Lúcia Amante, Universidade Aberta
- Maria João Gomes, Universidade do Minho

A moderação fica a cargo de José Moura Carvalho, Coordenador do projeto TEA: Tablets no Ensino e na Aprendizagem.

A entrada é livre mas sujeita a inscrição prévia, até ao dia 20 de novembro de 2015, em educacaoluzdigital.weebly.com.

Para saber mais sobre a Fundação Portuguesa das Comunicações (FPC), aceda a http://www.fpc.pt/pt-pt/home.aspx.

A agenda da FPC encontra-se em http://bit.ly/1Q5RMkq.

Informações sobre o projeto TEA em teagulbenkian.weebly.com.

 TEA1.png

 

Ler mais: